Indústria Oliveira

Indústria Oliveira

Indústria Oliveira

Indústria e Comércio Oliveira: leva sabor e qualidade para a mesa dos brasileiros há quase seis décadas.

 

A produção de alimentos em ritmo acelerado, que acompanha a demanda do mercado nacional. A Indústria e Comércio Oliveira, que está no coração de Laurentino, leva sabor e qualidade para a mesa dos brasileiros há quase seis décadas. São mais de 80 produtos que conquistaram o consumidor. A Oliveira fabrica por mês 300 toneladas de doce de leite, 190 toneladas de doces de frutas, 100 toneladas de conservas de pepino, além de temperos, goiabada e muito mais.

A tradicional bala de banana é destaque nacional, a média produzida por mês é de um milhão de unidades. “A receita da família foi criada pela minha mãe há mais de 60 anos. Temos a mesma fórmula ainda, sempre conhecida, não só no Brasil, como em outros países já. A nossa bala de banana, graças a Deus, a gente acertou na fórmula, na qualidade e com muito carinho chegamos ao conhecimento no Brasil inteiro com a nossa bala de banana. Nós recebemos muitas homenagens pela qualidade da nossa bala que é fabricada aqui pela Oliveira todos esses anos”, afirma Inácio de Oliveira, presidente da empresa.

A Oliveira tem outro produto que, assim como a bala de banana, caiu no gosto do consumidor. “O doce de leite na embalagem xup-xup é um produto que nós percebemos que teria grande aceitação no mercado nacional. Desenvolvemos um trabalho e hoje ele é líder de mercado.Hoje a Oliveira atende todos os estados do Brasil e também alguns países da América Latina. Nós temos uma equipe de 90 representantes que atende os nossos mais de cinco mil clientes e esses produtos então são distribuídos em todo o Brasil”, conta Márcio de Oliveira, diretor executivo.

 A linha do tempo da Oliveira está exposta em um painel de fotos, um símbolo do legado do seu Inácio, que iniciou com o pai dele as atividades da empresa. “Eu fiquei na roça até os meus 18 anos. Sou filho de produtor rural. Depois fui pro exército e quando eu voltei do exército eu falei pro meu pai, olha, vamos negociar, agora aprendi alguma coisa. Aprendi a ser motorista e eu gostava de ser vendedor. Aí ele fabricava desde o início, já ele fabricava doce, sabão, balas caseiras e a gente começou por ali. Pegava o produto e ia vender. Naquele tempo não tinha mercado. A gente ia daqui a São Paulo vendendo. Então com 19 anos eu já estava indo pra São Paulo”, revela Inácio.

“Ela começou muito pequena, com derivados de produtos agrícolas que foram os doces de frutas, as balas de bananas, o melado de cana, cachaça e o fumo em corda, que foi o grande percursor do desenvolvimento da Oliveira por um bom período. Nos anos 80 a empresa investiu ainda mais na produção principalmente de doces de frutas, balas de bananas e conservas que entraram na linha de produção e posteriormente, na década de 90, iniciaram a produção dos derivados de leite. Primeiro entrou o queijo e, posteriormente, entrou a produção do doce de leite”, fala o diretor executivo.

Com tantos anos de atividade em Laurentino, a Oliveira ajuda a cidade a crescer, faz girar a economia, absorve boa parte da produção de agricultores locais e gera dezenas de empregos. Por isso, tem uma ligação estreita com as famílias laurentinenses. “Ia onde tinha uma família grande, tinha cinco ou seis, tirava doce para trabalhar com nós, tudo isso a gente fez. Aposentou-se muita gente aqui e a gente fica satisfeito de ver que o povo se sente bem conosco aqui”, enfatiza Inácio.

“Nós temos funcionários de muito tempo aqui na empresa, muitas pessoas, posso até dizer milhares de pessoas, porque foram mais de mil pessoas que trabalharam já na Oliveira. Hoje a Oliveira tem mais de 200 colaboradores diretos, a empresa vem contratando, a empresa se modernizou, toda a sua estrutura, fabril e infraestrutura também para receber os seus colaboradores, para se tornar um ambiente bem agradável, bem gostoso de trabalhar aqui”, fala Márcio.

Além da matriz em Laurentino, a Oliveira tem centros de distribuição em São José dos Pinhais, no Paraná, e em São Paulo. Passou por uma reestruturação e planeja novos investimentos na cidade onde nasceu. “Laurentino é a terra raiz da Oliveira, então nós temos uma tradição muito grande aqui dentro da empresa em valorizar o nosso local. A Oliveira continua investindo aqui em Laurentino, nós estamos ampliando, o nosso intuito é continuar investindo aqui na cidade para sustentar o crescimento da cidade e também para que a gente consiga chegar ao porte que estamos planejando”, enfatiza Márcio.

Para o seu Inácio, que foi prefeito de Laurentino por duas vezes nos anos 70 e 90, a força de trabalho dos conterrâneos e a boa gestão ajudaram a Oliveira a chegar até aqui e comemorar com o município o aniversário de 61 anos. “A gente fica contente de saber que o município cresce junto com nós, nós crescemos junto também com o município, aqui tem um povo muito bom para trabalhar, por isso que a gente não chega aqui nunca, começamos aqui e ficamos por aqui e graças a Deus deu certo”, finaliza o empresário Inácio de Oliveira.

Mais informações clique aqui.

 
 

 

 

Leia também