Ituporanga 74 anos: Grupo Salver

Ituporanga 74 anos: Grupo Salver

A história do Grupo Salver está entrelaçada com a vida de Salvio Pedro Machado e Verginia Margarete Pereira Machado. Muito além do sucesso do grupo que atende diversas cidades do Brasil, toda sua trajetória é de trabalho duro e a busca pela realização dos sonhos.

Salvio nasceu em 25 de maio de 1963 em Chapadão do Lageado, é o sétimo filho de uma família de 11 irmãos, onde a dificuldade era muito grande, desde muito cedo trabalhava no serviço da roça, cabia a ele e aos irmãos a tarefa de cuidar da lavoura. Aos 15 anos trabalhava de engraxate, ia com a caixinha nas costas nas festas da região conseguindo dinheiro a mais onde comprava suas roupas, ajudava sua mãe e a fazia suas festas, era um engraxate ótimo. São diversas historias para contar, entre elas é que um dia em um show de uma cantora importante engraxou os sapatos dela no ônibus, aquele dia conseguiu um bom dinheiro, trabalhou até às quatro da tarde e depois foi em casa se trocar para a festa.

Ele e o irmão Nilton fizeram uma plantação só deles aos fins de semana e com o dinheiro dessa plantação compraram juntos um violão, de onde aprendeu a tocar algumas notas, e uma bicicleta. No Domingo de Ramos, quando contava nessa época com 16 anos, motivado aos sonhos que sempre o acompanhavam, fugiu de casa, levando suas roupas num saquinho de cebola e seu violão. Veio a pé até a barragem, de onde conseguiu uma carona e veio parar na casa de seu irmão Zézo na cidade de Ituporanga.

Na cidade Salvio começou a trabalhar de servente de pedreiro para seu irmão, construíam casas para as pessoas, foi onde conseguiu comprar um terreno, onde construiu uma casa que logo mais vendeu. Ele e o irmão foram trabalhar no Rio Saltinho, para a reforma de um salão de festa da localidade, lá o combinado na construção seria que a diretoria forneceria almoço e noite para os pedreiros, seu Gentil fazia parte da diretoria, foi daí então que conheceu Margarete.

Ela nasceu em 15 de dezembro de 1964 na localidade do Rio Saltinho, é a quarta filha de uma família de sete irmãos. Ela era muito trabalhadora e gostava muito de estudar. Margarete e os irmãos aprontavam muitas travessuras, ela gostava muito de fazer comida, era muito religiosa, aos 15 anos deu catequese na localidade. Margarete gostava de sair aos domingos, para as tardes dançantes da localidade, foi onde ali através da reforma do salão do Rio Saltinho conheceu o Salvio e começaram a namorar, namoraram um tempo e logo se casaram, e assim inicia a construção de uma família e trabalho.

Casados, resolveram morar no Rio Saltinho, compraram um terreno e foram os dois trabalhar, a situação financeira não era boa, no início não tinham quase nada de móveis,  trabalhavam de domingo a domingo de dia e de noite. Trabalharam na lavoura por mais dois anos, quando decidiram vir tentar a vida na cidade, foram morar então na casa dos pais do Salvio, a Margarete trabalhando na Marissol de atendente de cantina e o Salvio voltou para as construções.

Depois de dois anos foram morar na Vila Nova em uma casa alugada, Margarete por muitas vezes trabalhava de faxineira nas casas. Em 1992 nasceu o menino da família o Tiago, nessa época pegavam obras e Margarete ajudava o Salvio como servente de pedreiro. Em cada localidade que tinham obra a família toda ia junto e se alojavam nos barracos que eram feitos.

Depois de muito tempo Salvio comprou o terreno onde hoje são as instalações da empresa. Trabalharam duro e conseguiram quitar o terreno, construíram ali um galpão e uma meia água onde era a casa deles, nessa época trabalhavam também com cebola, enquanto Salvio viajava para vender, Margarete ficava passando as cebolas, de domingo a domingo e sem hora para terminar.

Algum tempo depois, de volta a construção, Salvio fundou a empresa em 1995. Na época começaram obras maiores fora da cidade e Margarete ia junto fazer a comida para os funcionários. Os filhos conforme iam crescendo já ajudavam na empresa, em 1987 nasceu a primogênita Tamiris, que passou por quase todas as fases da empresa, já em 1992 nasceu o Tiago e em 1998 nasceu Tainara, os três trabalham na empresa até hoje.

Em 1995 contavam com uma equipe administrativa de três pessoas. Alguns ainda hoje continuam fazendo parte da equipe, Valquiria Cunha Buss, Ana Lucia Muller e Mario Feldhaus. A equipe de obra eram de seis a 12 pessoas, contava com os serviços de Nilvo conhecido Tinho que também continua conosco nessa caminhada. 

Em 2006 Salvio decidiu montar uma fábrica de esquadrias e estruturas metálicas, a Perfeita Estruturas, que trabalha com portas, janelas em alumínio e vidro, fachadas em pele de vidro e portas em ACM, deste então a inovação não parou.

A Salver traz a solução para a sua obra e se reinventa a cada situação em estruturas metálicas e esquadrias. Em 2015, com obras da região, Salvio viu uma oportunidade de abrir uma concreteira, a Fortmix Concretos, que até hoje atende seus clientes com maestria e responsabilidade a cada m³ produzido.

Assim se passam 28 anos, e cada oportunidade foi aproveitada para realizar uma boa obra e uma linda história em Ituporanga. No Alto Vale, em Santa Catarina e no Brasil, seja ela de pequeno, médio ou grande porte a família, a equipe Salver esta de prontidão para encarar todos os desafios.

Para saber mais, clique aqui.

Leia também