Rio do Sul 92 anos: IPM Sistemas

Rio do Sul 92 anos: IPM Sistemas

Rio do Sul 92 anos: IPM Sistemas

Pioneira nacional em cloud computing e SaaS para gestão pública municipal, a IPM desenvolve soluções inovadoras desde 1996. Atualmente, o seu software Atende.Net é utilizado por mais de 550 órgãos públicos (Prefeituras, Câmaras de Vereadores, Tribunais de Contas, Fundos, Autarquias, Fundações) do Sul e Sudeste do Brasil, promovendo facilidades para mais de 30 milhões de brasileiros impactados direta ou indiretamente. E segue em expansão para outras regiões do País.

Suas soluções tecnológicas são desenvolvidas no moderno e imponente Centro de Tecnologia IPM, que fica no bairro Jardim América, em Rio do Sul-SC, gerando renda e centenas de empregos diretos e indiretos em toda a região. Já a Sede Administrativa fica em Florianópolis-SC, enquanto os dois data centers próprios ficam em Curitiba-PR e Osasco-SP.

Com essa estrutura e 800 colaboradores, a IPM está transformando digitalmente a administração municipal brasileira em prol de uma gestão mais ágil, eficiente e transparente, e com melhor prestação de serviços à sociedade, como é típico nas Smart City (cidades inteligentes).

Exemplo disso são os diversos reconhecimentos externos recebidos. Em 2022, clientes da IPM foram destacados em mais de 30 rankings e premiações, sendo 23 nacionais. Por exemplo, Timbó-SC (45,7 mil habitantes) conquistou o 1º lugar e Cascavel-PR (286,2 mil habitantes) ficou em 2º lugar na categoria principal do Prêmio Band Cidades Excelentes 2022, o “Oscar da Gestão Pública” brasileira. Já Gravataí-RS (255,6 mil habitantes) e Novo Hamburgo-RS (238,9 mil habitantes) receberam Selo Ouro no Radar da Transparência Pública 2022, da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

 

Rio do Sul ganha destaque nacional em levantamento do Ministério da Economia

Rio do Sul (72,9 mil habitantes) também obteve projeção nacional em 2022, sendo o Município com o menor tempo para abertura de empresas em todo o Brasil: 21 minutos. Conforme o levantamento Mapa das Empresas - 3º quadrimestre de 2022, do Ministério da Economia, o tempo médio no País é de 1 dia.

Além das boas práticas de gestão e incentivo ao empreendedorismo local, a administração municipal rio-sulense implantou, no 1º semestre de 2022, o módulo Starter IPM, que reduziu a burocracia e automatizou o processo de abertura de empresas, tornando-o muito mais simples e ágil.

“Implementamos ferramentas de gestão e tecnologia, além de políticas públicas de desburocratização, atendimento e melhorias para o ambiente de negócios. É um trabalho de equipe, com amplo estudo e aperfeiçoamento, e que sabíamos que seria questão de tempo até chegarmos a um tempo recorde”, diz o prefeito José Thomé.

E a própria IPM também foi premiada: o IPM Saúde, que também é utilizado pela Prefeitura de Rio do Sul, foi eleito como a melhor solução do Brasil para Cidades Inteligentes no Prêmio Connected Smart Cities 2022 – categoria Negócios em Operação. Em 2º e 3º lugares ficaram, respectivamente, CUBi Energia e Claro Geodata – Embratel.

Ainda, a IPM viu o seu departamento interno de RH ser reconhecido nacionalmente como um dos mais inspiradores no Brasil (5º lugar em Encantamento e 11º lugar geral entre mais de 1.000 inscritos) no Prêmio Gupy Destaca 2022. Empresas de todos os portes e segmentos participaram do concurso gratuito, tendo suas práticas, iniciativas e resultados da área de RH avaliados externamente.

 

Centro de Tecnologia IPM, que fica no bairro Jardim América, em Rio do Sul (SC). Foto: divulgação.

 

Tecnologia IPM permite gestão mais assertiva, econômica e próxima dos cidadãos

O ecossistema IPM oferece solução completa para uma gestão municipal holística e data-driven, com plataforma única de dados e disponibilidade de acesso 24h por dia, processos digitais, fluxos automatizados, atualização de dados e geração de relatórios em tempo real, com dispensa de gastos com CPD e papel, e dados armazenados em nuvem, em servidor próprio da IPM.

Também executa rotinas de empenhamentos, liquidações, pagamentos, compras, folha de pagamento, memorandos, inteligência fiscal, entre outras, em nuvem, e a mesma plataforma utilizada no trâmite desses processos realiza lançamentos em contabilidade, arrecadação, portal da transparência e em outras áreas. Ainda, os gestores inserem assinatura digital para aprovação em qualquer horário e local, via smartphone.

“Entregamos aos nossos clientes uma tecnologia inovadora de alta disponibilidade de informações, que garante maior controle e tomada de decisão baseada em dados consolidados, com indicadores precisos e apurados em tempo real. Isso permite a aplicação inteligente dos recursos públicos, com maior transparência, transformando os tributos municipais em qualidade de vida para os cidadãos”, destaca Sedi Zanella, que é o gerente de Relações Institucionais da IPM.

Toda essa modernização digital resulta em redução de gastos com correios, impressoras, papéis, centro de processamento de dados, além do tempo dos Servidores públicos. Com benefícios também aos munícipes, que podem se autoatender de forma rápida e prática pelo Portal do Cidadão, sem sair de casa. Ao mesmo tempo, há maior retorno de arrecadação e transparência na administração municipal, ampliando a qualidade de vida local.

“Nossa solução de Governo Digital tem por objetivo aumentar a eficiência e a transparência dos processos governamentais. Por meio das tecnologias digitais, como o App Atende.Net, é possível ampliar o acesso do cidadão à informação e aos serviços públicos. Isso é fundamental para as entidades públicas, pois permite a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população, além de reduzir custos e melhorar a gestão dos recursos públicos”, explica Kananda Mayer, que é coordenadora de Desenvolvimento da Solução Governo Digital IPM.

 

Fintech By IPM permite cidadãos parcelarem tributos municipais

Mesmo o cartão de crédito sendo um grande facilitador da vida financeira moderna, essa forma de pagamento ainda é rara quando se fala em tributos públicos. Por exemplo, foi apenas agora, em fevereiro de 2023, que a Receita Federal iniciou seu projeto-piloto para receber pagamentos de Darf (Documento de Arrecadação de Receita Federais) com cartão de crédito.

Uma solução que já é oferecida na esfera municipal pela Fintech Soluções Financeiras By IPM. Além dos tradicionais boletos e o Pix, as Prefeituras que utilizam a tecnologia IPM podem oferecer a opção de pagamentos de tributos, como o IPTU e ITBI, via cartão de crédito em até 12x. Uma facilidade que ajuda a reduzir o índice de inadimplência e, consequentemente, gera aumento da arrecadação. E o pagamento entra integralmente em D+1 para a Prefeitura, sem qualquer ônus à administração municipal.

“Nós oferecemos a solução digital necessária para que Prefeituras possibilitem aos munícipes parcelarem o pagamento dos seus tributos, como guias de arrecadação, contribuições, multas, tarifas, honorários e quaisquer outras receitas públicas. Assim, os contribuintes pessoa física ou jurídica passam a contar com a opção de parcelamento via cartão de crédito, conforme a adesão de cada Município, à vista ou em até 12 vezes”, explica o gerente da Fintech By IPM, Fábio Cunha.

 

Saiba mais sobre a IPM Sistemas clicando aqui.

Leia também