Obras na cratera que se abriu no km 143 da BR 470 em Rio do Sul entram em nova fase

Obras na cratera que se abriu no km 143 da BR 470 em Rio do Sul entram em nova fase

Uma reunião virtual, na manhã desta segunda-feira (26), definiu os próximos passos da obra de recuperação do buraco que interdita os dois sentidos da pista no km 143 da BR 470 em Rio do Sul,  desde o dia 14 de fevereiro.  Na conversa entre o DNIT, a empresa contratada para executar a obra , técnicos e projetistas,  foram avaliados os resultados dos estudos de solo e do rio, realizados na última semana. Esse estudo concluiu a necessidade de se fazer um reaterro em rocha no local.  

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) irá intensificar o trabalho de aplicação de rochas no ponto em que a cratera se abriu.  Mais de 40 caminhões serão colocados em atividade a fim de refazer o aterro da rodovia.  Ao mesmo tempo, as equipes realizam a remoção de uma camada de cerca de cinco metros de profundidade de solo mole que há no local, fazendo a substituição do material por rocha.

O DNIT solicitou à concessionária de gás natural que remova as tubulações naquele ponto da BR-470 e à prefeitura de Rio do Sul para que proceda com as obras de drenagem em vias municipais nas proximidades.

Foto: DNIT

Leia também